sexta-feira, 9 de junho de 2017

Viva a impunidade corporativista.

Diante da nossa bagunçada jovem Democracia corporativista. Um dos fatos mais abominável são as famigeradas indicações de governadores e presidente da República. Entretanto, os mesmos têm o direito antidemocrático para indicarem, membros para os (TCE) e (TCU), ou seja, Conselheiros. Já o presidente da República ainda tem o mega direto para indicar, alguns Ministros do (TSE) e para suprema corte judicial do país (STF). Minha gente como pode um indicado beneficiado por um cobiçado cargo vitalício, julgar de forma imparcial seu protetor administrativo? Coisa do nosso Brasil.  

Nenhum comentário: