domingo, 4 de junho de 2017

Transitório e passageiro.

  No Regime Democrático, o obcecado poder. Torna-se “transitório e passageiro”, podendo ser mantido eleitoralmente por um grupo político, no caso de um bom trabalho administrativo social, ao mesmo tempo pode também ser banido eleitoralmente na eleição seguinte, no caso de um fracasso administrativo. Já que os eleitores são soberanos em um pleito eleitoral, levando em conta, que os mesmos são livres democraticamente, colocando e tirando do trono do poder rotativo.

Nenhum comentário: