quinta-feira, 29 de junho de 2017

Boa intenção só não basta.

No serviço público, boa intenção só não basta. Já que as demandas sociais no cotidiano administrativo têm que ter atitude e ação permanente, diante dos governos, sempre demonstrando habilidade e competência, para não deixar acumular demandas, tirando do papel à boa intenção pública. Afinal, são os pequenos problemas no decorrer de uma gestão pública, que geram socialmente descontrole financeiro nas gestões, ou seja, impopularidade diante da inércia administrativa do cobiçado cargo executivo. Enfim, existe uma distância enorme no serviço público, entre prometer e fazer.          

Nenhum comentário: