quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Vão se ferrar eleitoralmente.

O presidente golpista, Michel Temer (PMDB), não será candidato à nada na eleição de 2018, já que não chance nenhuma na eleição presidencial, mesmo assim ficando sem mandato, vai levar também uma boa parte dos seus correligionários no Congresso Nacional, juntos para o ostracismo político, sofrendo fragorosas derrotas eleitorais nas democráticas urnas. Dentre esses fatos administrativos está o pacote de maldade da Reforma da Previdência, que tudo indica que será aprovado pelo desgoverno Temer e sua turma, PMDB, PSDB, DEM, PPS e outros Partidos venais. Aqui no RN, dos 11 representantes em Brasília, três no senado e oito na câmara federal, somente à senadora, Fatiam Bezerra (PT), e deputada Zenaide Maia (PR) votam contra essa perversa Reforma da Previdência.   

Nenhum comentário: