segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Parcerias e convênios.

Os gestores municipais que não optarem pela determinação administrativa, priorizando “parcerias, convênios e consórcios” nas entidades públicas e privadas. Poderá colher no seu mandato, um verdadeiro apagão administrativo. Somente pagando quando puder à inchada folha de pagamento dos servidores públicos municipais. Portanto, à contratação de um assessor eficiente que domine regras em projetos e convênios nas esferas públicas, estadual e federal, torna-se necessário e urgente.

Nenhum comentário: