segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Angustia administrativa.

 Não resta duvida à famosa “boa intenção”, de alguns gestores públicos no Brasil., todavia, diante da crise financeira que assola nosso país, os mesmos fazem o que podem, e não que deseja administrativamente. Porém, neste dilema administrativo entre receita e despesa, os que foram eleitos pensando em fazer o bem, se poderem evitar o mal social, já é um grande feito administrativo. Afinal, o tempo não para.   

Nenhum comentário: