terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Sou contrário.

 Como um humilde agente público fiscalizador das demandas sociais administrativas no cotidiano municipal. Sou contrário aos eventos bancados à custa dos escassos erários públicos. Nada contra as tradicionais festas populares desde que os cofres públicos tenham suporte financeiro para bancar as mesmas, sem deixar de lado as essências demandas sociais. Portanto, se for provado que existe recursos para tais eventos, que sejam realizados, fazendo com que os festeiros munícipes dancem forró, até o dia raiar, sem se queixar do amanhã administrativo?  

Nenhum comentário: