quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Um pode podre.

Um poder conquistado sem à força democrática dos votos populares. Torna-se, um governo ilegítimo, sem representatividade social, ao mesmo viciado entre os conspiradores na distribuição do bônus do poder. Afinal, que busca um poder na força obscura do tapetão, tem consciência eleitoral, que jamais conquistaria esse obcecado mandato tampão pela força soberana dos votos.         

Nenhum comentário: