segunda-feira, 15 de agosto de 2016


Em Montevidéu, Fátima diz que postura do governo interino enfraquece Mercosul

O Parlamento do Mercosul (Parlasul) se reuniu nesta sexta-feira (12) para a XL Sessão Ordinária em Montevidéu, Uruguai. Durante entrevista à TV Parlasul, a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) comentou a posição do ministro interino das Relações Exteriores, José Serra, de articulador para que a Vezenuela não assuma a presidência do bloco.

A senadora explicou que impedir que a Venezuela assuma a presidência do Mercosul viola o Tratado de Assunção (Art.12) e o Protocolo de Ouro Preto, que estabelecem a rotatividade na presidência a cada seis meses.

“Essa medida só faz agravar o problema e ainda por cima enfraquece o Mercosul, pois é pela via do diálogo que se deve buscar solucionar o impasse”, comentou, ao ressaltar que é “um desserviço ao Brasil e à América Latina essa posição do  ministro biônico José Serra” e que traria prejuízos econômicos aos países envolvidos.

A senadora potiguar comentou ainda que espera que se consolide a proposta da mesa diretora do Parlasul de criar um "Grupo de Trabalho de Alto Nível" destinado a apontar alternativas concretas para superação do que chama “insustentável impasse político do Mercosul”.


No sábado (13) pela manhã, as Comissões Permanentes do Parlasul se reunirão para retomada dos trabalhos com uma ampla agenda. Também se reunirá a Mesa Diretora do Parlasul.

Nenhum comentário: