terça-feira, 14 de junho de 2016

E agora José ?

O presidente do DEM, Agripino Maia (RN) – investigado por suspeita de receber propina da empreiteira OAS – agora é alvo de investigações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Maia teria realizado operações suspeitas no valor de R$ 15,9 milhões entre dezembro de 2011 e novembro de 2014.

A informação integra o inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o parlamentar que apura se ele recebeu propina da OAS, investigada na Lava Jato, em troca da liberação de recursos para a empreiteira na construção da Arena das Dunas, em Natal, para a Copa de 2014.

A obra foi financiada com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). a Polícia Federal vê indícios de que o senador utilizou parentes, assessores e empresas com as quais tem ligação para lavar dinheiro.

Na avaliação da PF, as movimentações são “um indício de que os pedidos de doações eleitorais feitos pelo parlamentar à OAS foram prontamente atendidos, e podem ter-se constituído em forma dissimulada de repasse de propina”. José Agripino nega irregularidades. Segundo a PF, Agripino recebeu propina para viabilizar a liberação de recursos do BNDES para a empreiteira, para financiar a construção do estádio Arena das Dunas, em Natal, construído para a Copa de 2014.  Nota do blog. Até aí nada de anormal para um politica brasileiro, se o mesmo não arrotasse tanta honestidade, pregando constantemente na tribuna do senado federal sua honrada perfeição humana.   

Nenhum comentário: