quinta-feira, 2 de junho de 2016

Dison Lisboa solicita ao Diretor do DER celeridade nas obras de acesso ao Polo Industrial de Goianinha e recuperação da malha viária do Agreste
Durante audiência realizada no Gabinete Civil do Governo do Estado, o deputado estadual Dison Lisboa (PSD), solicitou ao Diretor do DER – Departamento de Estradas e Rodagens -, General Jorge Fraxe, celeridade na realização de obras de acesso ao Polo Industrial no município de Goianinha. O parlamentar também solicitou a restruturação da malha viária dos municípios da região Agreste. Considerando o impacto e necessidade das obras, o General assegurou que atenderá as demandas apresentadas pelo parlamentar.
Para Dison, as realizações das obras no Distrito Industrial de Goianinha são de grande importância para o funcionamento do projeto em sua concepção. Ele solicitou maior agilidade nas construções dos acessos. “Em julho terá início o funcionamento da Cerâmica Elizabeth, em Goianinha. Que terá o maior forno da América Latina, e produção mensal de um milhão de metros quadrados de pisos e revestimentos. Além disso serão ofertados 600 empregos diretos, beneficiando toda a região. Os acessos são fundamentais para assegurar a facilidade e agilidade no deslocamento”, explicou.
O deputado também cobrou a recuperação das rodovias estaduais do agreste potiguar. “Diversas estradas precisam de reparos urgentes. Temos trechos intrafegáveis em grande parte dos municípios do Agreste. Tangará, Espirito Santo, Goianinha, Santo Antônio, Passa Fica, são alguns exemplos. Sabemos da intenção do Governo e do DER em recuperar toda nossa malha viária do estado. Muitas estradas já aguardam o processo licitatório para início da restruturação asfáltica”, afirmou Dison.
O General Fraxe assegurou ao deputado a agilidade nas obras de acesso ao Polo Industrial e análise do projeto. Também confirmou a recuperação das rodovias na região Agreste, explicando que os serviços seguem em ritmo mais lento devido ao período chuvoso. Ele garantiu que as obras voltarão as condições normais e serão concluídas.

Nenhum comentário: