quarta-feira, 4 de maio de 2016

Até quando I.

 O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu mais uma vez aos ministros do (STF), abertura de outro processo de investigação contra o intocável, Eduardo Cunha. Entretanto, do jeito que vai o andar da carruagem, os imparciais ministros do Supremo, continuam estocando os pedidos de abertura de processo contra o poderoso presidente da câmara federal, Eduardo Cunha (PMDB). Enquanto isso o abandonado senador, Decíldo do Amaral (sem partido), perdeu ontem no Conselho de Ética por 13 x 0, caminhando rapidamente para ser cassado por quebra de decoro parlamentar.   

Nenhum comentário: