sexta-feira, 22 de abril de 2016

Aviso prévio.

Em uma campanha eleitoral, principalmente nos municípios pequenos, onde não existe 2º turno. Quando mais candidaturas para prefeito nos blocos oposicionistas, sempre fortalece o grupo situacionista. Já que os chefes dos executivos, contam com o apoio camuflado do erário público, contam também com a moeda eleitoral na força dos contratados temporários, dos cargos comissionados, dentre outras barganhas eleitoral. Portanto, os grupos oposicionistas podem ganhar fazendo mais votos juntos, ao mesmo tempo perdendo na soma unificada.  

Nenhum comentário: