sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Moeda eleitoral.

Muitos gestores públicos municipais, não realizaram necessário concurso público no seu município, para preenchimento de vagas no serviço público, no ano passado. Pelo motivo de tentar manter os famosos contratos públicos, diante dos funcionários correligionários temporários. Posto, que esses contratos servirão como “moeda eleitoral”, na eleição municipal vindoura. Já que os servidores públicos concursados, são livres para votarem de forma consciente social.   

Nenhum comentário: