domingo, 22 de novembro de 2015

Meu nome é lucro.

As grandes empresas multinacionais que exploram as riquezas minerais deste imenso País “sem lei”, não têm planejamento sustentável, somente visam os lucros, juntamente com a omissão na fiscalização, diante dos impostos e propinas pagas aos gestores públicos. Que diga o último desastre ambiental e social na cidade mineira de Mariana, promovido pela Samarco, com a bênção da bilionária empresa Vale do Rio Doce. Agora, Vale do Rio Poluído?     

Nenhum comentário: