domingo, 7 de junho de 2015

Dois anos de governo.

Há exatos dois anos no dia 7 de junho de 2013, tomava posse na câmara municipal pedrozense, o prefeito Daniel Pereira, na condição de 2º colocado no pleito municipal de 2012, depois do afastamento pela justiça eleitoral do prefeito eleito José Renato. De lá pra cá, o mesmo vem batendo uma triste recorde administrativo nomeando e substituindo mais de 20 assessores “secretários, coordenadores e diretores”, isso da uma média de 4 substituição por mês  .Pelo lado positivo concedeu aumento de salários para algumas categorias de servidores, reforma no prédio da prefeitura, pintura no ginásio de esporte, manutenção das estradas vicinais principalmente na região do cabugi, calendário de pagamento dos servidores, duas obras iniciadas nas placas de informações públicas (praça ao do mercado e urbanização turística da Pedra do Sapo)  . já pelo lado negativo, centralização do poder,  destelamento do prédio histórico da antiga estação ferroviária do município, casa de apoio fechada as portas em Natal para os pacientes do município, abandono público na academia popular, constante falta de pagamento aos fornecedores da prefeitura, retiradas das câmeras e luminárias da praça central, escuridão nas vias públicas,  promessas de duas obras faraônicas, passarela ligando os bairros do Centro ao alto São Joaquim e teleférico no pico do cabugi, falta de diálogo com a comunidade  . No lado politico começou sua gestão com apoio na câmara municipal de 4 vereadores, hoje tem o apoio de apenas dois edis, perdeu o apoio significativo de alguns fies correligionários, ao mesmo tempo mergulhando em uma crise política sendo notificado por uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) instalada pela câmara municipal no dia 29 de maio, para responder possíveis irregularidades na sua gestão.

Nenhum comentário: