segunda-feira, 25 de maio de 2015

Câncer politico.

Ambição, ganância, esperteza, junto com o camuflado financiamento privado nas campanhas políticas no Brasil. Transforma nossa política no câncer social administrativo. Principalmente na maioria dos eleitores venais, sem formação política, que votam nos candidatos pelo seu poder aquisitivo financeiro, e não nas candidaturas dignas e honradas.        

Um comentário:

Eudes Mariano O Jacozinho de Dona Alaide disse...

Zé do Magnos; eu, você e mais alguns não nos deixamos perverter eleitoralmente, porém, uma grande parcela não sufraga com consciência, apenas consagram-se nas urnas como votantes-pocotós, pensando que ser eleitor é ser cidadão. E assim nos tornamos vítimas da corrupção alheia.